Tiago Campos: “Prova foi dura até ao fim”

  •  
  •  
  •  

Tiago Campos, que venceu este sábado os 10km do Madeira Island Ultra Swim (MIUS), realçou, após cortar a linha de meta, que “a prova foi dura até ao fim”, aludindo à disputa, até à parte final, com o brasileiro Allan do Carmo, que se apresentava como favorito à vitória.

“Senti-me muito bem numa prova que é muito importante para a preparação da qualificação, em Fukuoka, para os Jogos Olímpicos”, afirmou o atleta português que vem dando mostras de querer assumir a luta por um lugar em Tóquio.

“Com a pandemia, foi mais difícil treinar, mas agora já consigo treinar todos os dias. Gosto muito do Mar da Madeira, a água é super cristalina”, finalizou o nadador português.

O nadador do Clube de Natação de Rio Maior, ao serviço da Seleção Nacional, superou a concorrência, no percurso entre Câmara de Lobos e o Funchal, com o registo de 2 horas, 9 minutos e 32 segundos, à frente do brasileiro Allan do Carmo, duas vezes atleta olímpico e eleito o melhor maratonista aquático do mundo pela FINA em 2014, que atravessou a linha de meta em 2:09.59. O espanhol Guillem Belmonte terminou em terceiro lugar com 2:10.00.

Já o responsável técnico Daniel Viegas salientou “o bom desempenho dos nadadores portugueses que discutiram taco a taco as suas posições com os nadadores brasileiros espanhóis”.

“Esta é uma prova que teve um modelo misto, em que a dificuldade de navegação é maior, mas os nadadores estão bem testados, acima de tudo é um teste à sua capacidade mental, uma vez que este tipo de circuito muda a dinâmica habitual. Os nadadores de elite treinam muito, de 100 a 110 quilómetros por semana, 18 a 20 quilómentros por dia. Foi uma boa prova de preparação para a qualificação olímpica”, realçou o técnico da Federação Portuguesa de Natação, que aproveitou a oportunidade para agradecer “a boa hospitalidade da Madeira” durante este período em que a Seleção Nacional esteve no arquipélago a estagiar.

Resultados

Créditos da foto: FPN

Comentários