A1 Masculino: Remontada em Lordelo do Ouro

  •  
  •  
  •  

As equipas do Fluvial Portuense e do Paredes protagonizaram, este sábado, o jogo grande da jornada, com a formação da casa a conquistar “a ferros” os três pontos diante dos paredenses por 11-10 (2-2, 1-4, 3-3, 5-1). Nas restantes partidas, Povoense, Vitória SC e Sporting conseguiram triunfar nas suas partidas, nesta que foi a quarta jornada da 1ª fase do Campeonato de Portugal A1 masculino. 

Os paredenses inauguraram o marcador através do esquerdino José Saraiva, porém, os fluvialistas rapidamente estabeleceram a igualdade através do atleta Cláudio Bastos. Seguiram-se minutos onde o equilíbrio era bem visível, com destaque para ambos os guarda-redes que iam parando as investidas oriundas dos respetivos adversários, tendo este primeiro parcial terminando empatado. No segundo e terceiro parciais , assistimos a um domínio por parte dos “azuis” de Paredes que parecia terem os três pontos “na mão”. No último e derradeiro período, os fluvialistas “puxaram dos galões” fazendo uma extraordinária recuperação. A um minuto do fim, o encontro estava empatado, mas Diogo Pinto “tirou da cartola” o golo que permitiu à formação comandada por Alfonso Merino ficar na dianteira da partida. O resultado não se alterou até final mantendo o conjunto verde e branco líder isolado. 

Ao início da tarde, a equipa do CAP deslocou-se a Matosinhos, perdendo diante dos poveiros por 11-8 (2-3, 2-0, 5-3, 2-2).
Embora o início do encontro tenha sido bastante equilibrado com vantagem mínima para o conjunto liderado por Francisco Noronha, a formação de Paços de Ferreira teve um decréscimo de rendimento nos dois períodos seguintes, com a equipa do Povoense “a dizer presente” face às boas exibições que tem apresentado. O último período ficou empatado, porém, não foi suficiente para os tubarões de Paços levarem qualquer ponto. Destaque para os jogadores Luís Carneiro (CAP), Pedro Coentrão e Erick Diaz (CNPO) melhores marcadores da partida com três golos marcados. 

A meio da tarde, os algesinos receberam os vimaranenses, tendo a equipa visitante vencido por 10-25 (2-6, 2-7, 5-5, 1-7). 

Apesar do golo inaugural ter sido apontado por Cristiano Joaquim (SAD), a formação de Guimarães rapidamente deu a volta ao marcador com o “bis” do jogador Salvador Lopes. Luís Abreu (SAD) ainda empatou, porém, os visitantes desbloquearam o jogo através do jogador Salvador Lopes. 

Nos períodos seguintes prevaleceu o domínio do conjunto da cidade berço, tendo tido o Algés muitas dificuldades em parar as investidas do goleador de serviço, Rui Ramos (VSC) que faturou onze golos. O terceiro parcial foi o mais equilibrado, porém, não assustou as aspirações da formação campeã nacional que venceu, com naturalidade, mais um encontro. 

No último jogo da jornada, os felgueirenses perderam perante o conjunto leonino por 10-15 (1-6, 3-4, 1-3, 5-2).

Não começou bem a equipa liderada por André Mendes que viram aos leões chegar ao fim do primeiro parcial a vencer por uma diferença de cinco golos. Até ao terceiro período, o Sporting dominou por completo a partida, tendo os felgueirenses começado a entrar mais no encontro a partir do segundo parcial. Nos últimos oito minutos, o FOCA conseguiu triunfar, porém, não foi suficiente para colmatar a entrada em falso. Destaque para os jogadores Carlos Ribeiro (FOCA) e Ricardo Mendes (SCP) melhores marcadores do encontro. 

Em termos classificativos, o Fluvial é líder isolado do campeonato com doze pontos. A formação da cidade berço encontra-se no segundo posto com nove pontos, seguindo se Paredes e Povoense com sete pontos. Sporting e Aquático Pacense somam seis pontos e, nos últimos lugares da tabela, encontram-se Algés e FOCA ainda sem qualquer ponto conquistado.

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 10€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários