Presidente da Confederação Brasileira suspeito de fraude

  •  
  •  
  •  

O Ministério Público Federal (MPF) de São Paulo vai entrar ainda nesta quarta-feira com pedido de afastamento do presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes, na Justiça Federal, avançam os jornais online brasileiros.

O líder da CBDA é suspeito de desvio de recursos públicos e fraudes em prestações de contas de convénios do Ministério do Desporto.

Os procuradores também vão pedir o bloqueio de bens de Coaracy e outros três dirigentes da entidade. Além destes, cinco empresários que mantêm contratos com a CBDA também serão denunciados.

Coaracy Nunes é presidente da confederação (natação, polo aquático, natação sincronizada e saltos para a água) desde 1988.

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários