Pandemia força cancelamento de prova seletiva brasileira

  •  
  •  
  •  

A pandemia forçou a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e o Comité Olímpico do Brasil (COB), a cancelar prova que servia para a seleção pré-olímpica brasileira de águas abertas, e que estava agendada para o próximo fim de semana.

A competição estava inicialmente programada para a cidade de Salvador, na Bahia, tendo acabado por ser transferida depois de o Governo do Estado de S. Paulo decretar o fecho das competições desportivas.

Esta competição serviria para escolher os dois nadadores brasileiros que vão representar o Brasil, na prova de qualificação olímpica, em Fukouka, no Japão.

O Brasil ainda pode garantir um atleta no masculino. No feminino, Ana Marcela Cunha, quinta classificada no Mundial de Gwangju, já tem garantida a presença nos Jogos Olímpicos.

A prova também escolheria os nadadores que estariam presentes no Campeonato Sul-Americano, na Argentina, em março, e para o Campeonato Mundial Júnior de Águas Abertas.

Créditos da imagem: facebook

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários