O que (te) toca… Tomás Carfora Silva

  •  
  •  
  •  

A música faz definitivamente parte da minha rotina. Ouço música não só antes e depois dos treinos bidiários, mas também antes e depois da escola. Para mim é como um mundo à parte, uma espécie de refúgio que eu crio onde não há preocupações nem responsabilidades, só eu e a minha música.

Antes dos treinos ou provas costumo ouvir música eletrónica, fico motivadíssimo e com vontade de nadar. Às vezes, dependendo da música, consigo até me imaginar a nadar a prova. É uma sensação incrível.

Durante o dia, quando me apetece ouvir música, gosto mais das espanholas ou das mais aceleradas. Ajudam-me a manter um sorriso na cara e dão-me vontade de encarar o resto do dia. Além disso, é sempre uma excelente maneira de me pôr a mexer, nem que seja apenas um abanar a cabeça ou uma batida de pé.

Para terminar o dia, nada melhor do que descansar no sofá, enquanto espero pelo jantar, a ouvir música serena e a refletir sobre o meu dia.

 

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários