Nadadora desclassificada por usar fato de banho que mostrava o que não devia

  •  
  •  
  •  

A polémica estalou nos Estados Unidos. Uma jovem nadadora foi desclassificada pela equipa de arbitragem numa competição de natação escolar no Alaska por usar fato de banho que deixava mostrar parte das nádegas.

Breckynn Willis, da Dimond High School, venceu a prova de 100 livres e quando se preparava para festejar viu os juízes tomarem a decisão de a desclassificarem.

Lauren Langford, técnica de outra escola que estava a competir, em entrevista ao jornal The Washington Post, afirmou que “todas as jovens nadadoras estavam a usar fatos com o mesmo corte que o dela”, acrescentando que “a única que foi desqualificada foi a negra, que tem formas mais arredondadas”.

A atleta foi apontada como vítima de racismo e sexismo por parte dos árbitros.

O fato de banho nem sequer foi escolhido pela atleta, mas sim pela escola.

Segundo o jornal Anchorage Daily News, uma das árbitras afirmou que a parte de baixo da peça “era tão curta que uma nádega tocava a outra”.

Perante toda a exposição do caso, a Alaska School Activities Association reverteu a decisão e manteve a vitória nas mãos de Breckynn Willis.

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários