Miguel Pires: “Melhorar a classificação obtida no Mundial de 2007”

  •  
  •  
  •  

O selecionador Miguel Pires afirmou este domingo que o objetivo da Seleção Nacional de Juniores Femininos no Campeonato do Mundo, que se realiza no Funchal entre 9 e 15 de setembro, é “melhorar a classificação obtida na edição de 2007 [16.º lugar]”.

“A preparação correu bem, como planeada. Estamos focados nesse objetivo, ter uma boa prestação”, referiu o técnico nacional.

Portugal está integrado no Grupo C, tendo como adversários a África do Sul, Itália e Rússia. O Grupo A é composto pela Hungria, EUA, Austrália e Japão; o Grupo B pelo Brasil, Holanda, Cazaquistão e Espanha; e o Grupo D pela Grécia, Canadá, Nova Zelândia e China.

“O facto de jogarmos em casa deixa-nos mais confortáveis, sentimos que vamos ter mais apoio, mas também aumenta a responsabilidade, frisou Miguel Pires, sublinhando que “a ambição e determinação destas jogadoras são os aspetos que mais a caracterizam”.

Para o selecionador português, “Rússia e Itália são seleções de grande qualidade”, prometendo frente à África do Sul “discutir a vitória”.

Miguel Pires coloca “seis equipas europeias e Estados Unidos e Austrália como fortes candidatas ao título mundial”.

Jorge Cruz: “Repetir o êxito organizativo do Europeu de 2018”

Jorge Cruz, vice-presidente da Federação Portuguesa de Natação, considera importante repetir neste Mundial “o êxito organizativo do Europeu de Juniores” realizado no ano passado no Funchal.

O dirigente federativo, que deposita “confiança na equipa técnica”, espera que Portugal possa “melhorar a classificação do último Mundial em 2007”, não esquecendo que esta época a Seleção Nacional “tem fortes esperanças de estar presente no Europeu de Seniores” em masculinos e femininos.

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários