Melhores do Mundo em Setúbal com Budapeste à vista

  •  
  •  
  •  

Os melhores nadadores mundiais voltam a entrar, este sábado (15h00), no estuário do Sado, para a terceira etapa da Taça do Mundo de águas abertas, competição que antecede o Campeonato do Mundo em Budapeste.

Uma competição que será marcada pela obrigatoriedade dos nadadores usarem fatos isotérmicos em águas com temperaturas abaixo dos 18 graus. Uma regra que foi imposta este ano pela Federação Internacional (FINA), organismo que estreia agora esta regra em Setúbal, no Parque Urbano de Albarquel.

“Pela 11ª vez recebemos em Setúbal esta prova. É o santuário de águas abertas do país. Temos um ambiente incomparável para os atletas e o público”, frisou Maria das Dores Meira, presidente da autarquia, na conferência de imprensa de apresentação do evento.

Segundo o presidente da Federação Portuguesa de Natação, António José Silva, Setúbal vai ter “81 nadadores de classe mundial e uma seleção de oito nadadores portugueses num misto de experiência e juventude”.

“Queremos aproveitar para projetar até 2021 a realização desta prova de águas abertas em Setúbal”, adiantou o dirigente.

O holandês Ferry Weertman, campeão olímpico no Rio2016, é um dos principais favoritos à vitória no rio Sado.

“Espero uma prova muito excitante e difícil, especialmente devido às fortes correntes existentes no estuário do Sado”, disse um dos melhores especialistas mundiais em águas abertas, que já esteve por três vezes em Setúbal e que prepara a participação no Mundial de Budapeste, entre 15 e 22 de julho.

A brasileira Ana Marcela Cunha já esteve duas vezes em Setúbal e considera o estuário do Sado “um local muito bonito”.

“Vai ser uma competição muito forte e imprevisível. Nunca se sabe o que poderá acontecer”, alertou.

Da parte da FINA, o dirigente Andrea Prayer espera uma competição excitante e considera que Setúbal “tem uma das melhores competições do mundo em termos organizativos”.

Já os nadadores portugueses, representados na mesa da conferência de imprensa por Rafael Gil e Vânia Neves, assumiram os objetivos para a competição.

O benfiquista, recente campeão nacional, reforçou a ideia de querer “ser o melhor português na prova depois de se sagrar campeão nacional há um mês na Amieira”. Para o nadador português, que hoje comemora o seu 21.º aniversário, um lugar no topo 20 mundial “é o objetivo no Sado.”

Já Vânia Neves, que há um ano garantiu a presença nos Jogos do Rio em Setúbal, tem dificuldades “para fazer uma antevisão” da competição tendo em conta “as características da prova, “um local bonito, mas muito duro para os nadadores” e o seu grau de dificuldade. A ideia para a fluvialista “é seguir no grupo da frente”.

Daniel Viegas, diretor-técnico nacional para as águas abertas, recordou que Setúbal Bay é “uma prova percursora” das águas abertas em Portugal, continuado a ser “uma oportunidade para os nadadores portugueses procurarem contacto e experiência internacional” com a presença da elite mundial.

aguas-abertas.jpg2

“As águas abertas são uma disciplina muito dura e Setúbal tem contribuído para a evolução do nível nacional que procuramos seguir nos últimos anos”, reforçou o técnico nacional.

A etapa de Setúbal da Taça do Mundo Fina Hosa 10km Marathon Swimming World Cup, organizada pela Federação Portuguesa de Natação em parceria com a Câmara Municipal de Setúbal, é a terceira etapa da Taça do Mundo, três meses após a segunda prova (11 de março), em Abu Dhabi (EAU). A Taça do Mundo de Viedma (Argentina) abriu o circuito a 4 de fevereiro. Após o Mundial seguem-se as etapas de Lake St. John (Canadá) a 27 de julho, Lake Megantic (Canadá) a 12 de agosto, de Chun’ai (China) a 15 de outubro e de Hong Kong a 21 de outubro.

A prova aberta Fina Water Mass Swimming World Series, que integra o circuito nacional de águas abertas, decorre às 10h00 de sábado.

As competições de elite da Fina Hosa 10km Marathon Swimming World Cup Setúbal 2017 realizam-se na tarde de sábado num circuito desenhado na Baia do Sado com partida e chegada junto ao Parque de Albarquel. A prova de elite masculina começa às 15h00 e a elite feminina 10 minutos depois.

Seleção Nacional:

Rafael Gil (Benfica)

Mário Bonança (Sporting)

Alexandre Coutinho (Columbófila Cantanhedense)

Diogo Marques (Columbófila Cantanhedense)

José Carvalho (SFUAP)

Angélica André (Fluvial Portuense)

Vânia Neves (Fluvial Portuense)

Eva Carvalho (SFUAP)

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários