Idalina Oliveira e Dália Ferreira, vedetas da natação do Benfica nos anos 30

  •  
  •  
  •  

Visitei o Museu do Benfica – Cosme Damião, agora mais rico desde a primeira vez que oa visitei, em 2013, ano da inauguração.

Pela sua riqueza, foi considerado o Melhor Museu de Lisboa, por distinção que foi agraciada com o Prémio “Time Out Lisboa”.

Fiquei mais rico por conhecer mais sobre a natação do Benfica. Achei entusiasmante a história de duas jovens nadadoras.

A natação benfiquista feminina teve a sua estreia em 22 de setembro de 1929. Idalina era pequena, mas uma autêntica sereia que começou a dar as suas primeiras braçadas pelo Benfica, onde cresceu e se tornou uma bela mulher. No domínio das águas nas docas e piscina, ela e a Dália Ferreira começaram a distinguirem-se com participação em campeonatos regionais. Dalila, com 13 anos, e Idalina, com 9, obtiveram bons resultados, classificaram-se em 3″ e 4” lugares nas categorias das meninas.

Na época seguinte, a 20 de julho de 1930, Idalina alcançou a primeira vitória da natação feminina “encarnada”, ao ganhar a prova de 66 metros em estilo livre para meninas até aos 15 anos (lembro que na altura apenas havia as piscinas do Algés e do Hotel Palacete no Estoril com 33 metros e aquecidas), no festival de natação organizado pelo Sport Algés e Dafundo. Em competição com outras meninas mais velhas, a pequena nadadora foi uma autêntica revelação.

Aguentou- se muito bem até aos 33 metros, fraquejou depois no segundo percurso, mas teve o entusiasmo do público e com muita inércia suficiente para fazer um enorme esforço na ponta final. Foi, pois, um triunfo tão nítido como inesperado e brilhante. Terminou com um excelente tempo de 1 minuto, 37 segundos e 40 centésimos.

No final, Idalina foi bastante aplaudida. Com este e outros triunfos, a nadadora deu a arranque à natação do Benfica, para além dos títulos conquistados também imensos admiradores.

Esta memória vem numa altura em que o Benfica na natação feminina contrata uma das jovens mais promissoras (e já uma realidade pelos seus recordes absolutos) como a melhor nadadora em Portugal Victoria Kaminskaya, que vai representar o Benfica até 2021. Tem como seus principais objetivos para esta época os Campeonatos da Europa Absolutos e a longo prazo os Jogos Olímpicos do Japão.

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários