FPN e Câmara de Ansião assinam protocolo para criação de escola de natação adaptada

  •  
  •  
  •  

A Câmara Municipal de Ansião e a Federação Portuguesa de Natação celebraram, no passado sábado, na piscina local, um protocolo com o objetivo de fomentar a prática da natação na população escolar com deficiência, enquanto diversifica a oferta à comunidade, quer ao nível da inclusão, quer da competição desportiva, com a criação de uma Escola de Natação Adaptada.

“Através da assinatura deste protocolo, o município de Ansião vê-se dotado de novas e melhores condições para a prática da modalidade, contando com o apoio da Federação Portuguesa de Natação e da Associação de Natação Distrital de Leiria, a nível de formação, promoção e viabilização de atividades num esforço coletivo entre os quatro intervenientes que permitirá diminuir barreiras e projetar um futuro a nível competitivo nesta nova vertente até agora inexistente no concelho”, indica a edilidade que se mostra orgulhosa “deste momento significativo no plano da inclusão, agradecendo à Federação Portuguesa de Natação, à Associação de natação Distrital de Leiria, ao Agrupamento de Escolas de Ansião e ao Núcleo de Formação Desportiva de Ansião, pelo seu envolvimento neste projeto, almejando com este protocolo a integração de mais atletas e o aumento da prática desportiva”.

O protocolo, com a durabilidade de 10 anos, foi assinado pelo presidente da Federação Portuguesa de Natação, António José Silva, o presidente da Associação de Natação Distrital de Leiria, Edgar Pinto de Oliveira, a representante do Agrupamento de Escolas de Ansião, Isabel Serra, e o Presidente da Câmara Municipal de Ansião, António José Domingues.

Créditos da foto: Câmara Municipal de Ansião

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 10€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários