Eurico Silva: “Espero estar ao melhor nível no Mundial”

  •  
  •  
  •  

Eurico Silva, de 38 anos, espera “estar ao melhor nível” no Campeonato do Mundo de Juniores Femininos, que se realiza no Funchal entre 9 e 15 de setembro. Internacional desde 2009/2010, o árbitro da Associação de Natação do Norte de Portugal considera que este é o ponto mais alto da sua carreira, mas que “também seja um ponto de partida para mais”.

Como te sentes pelo facto de teres sido o árbitro português nomeado pela FINA para o Mundial de Juniores Femininos?

Sinto-me muito feliz e orgulhoso, mas simultaneamente com um grande sentido de responsabilidade por representar Portugal e os meus colegas árbitros portugueses.

Já te sentes confortável e à vontade, tendo em conta as alterações às regras?

Sim, já arbitrei vários jogos disputados sob as novas regras, como a Taça de Portugal, o Apuramento Feminino para o Europeu 2020 e o Torneio das Nações que Portugal venceu.

De um modo geral, como os árbitros internacionais têm reagido a esta mudança?

Os árbitros têm reagido bem! No polo aquático tem havido mudanças de regras com frequência nos últimos 10 anos, pelo que há a agilidade mental e a rápida capacidade de adaptação por parte dos árbitros.

Que ambiente esperas sentir na Madeira?

Na Madeira espero um grande ambiente, um grande apoio à seleção portuguesa e que tudo corra pelo melhor ao nível da organização e da arbitragem.

O que seria para ti um saldo positivo no final do Mundial?

É difícil definir. Espero ter a oportunidade de arbitrar bons jogos, estar ao melhor nível e desfrutar ao máximo desta oportunidade fantástica.

Este é o ponto mais alto da tua carreira?

Claramente, mas espero também que seja apenas um ponto de partida para mais.

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários