Defesas de ferro, as de Paredes mais duras

  •  
  •  
  •  

Paços de Ferreira foi palco de uma partida de “cortar a respiração” entre as equipas da casa e o Paredes, no jogo que marcou o arranque deste fim de semana. A equipa de Recarei levou de vencida o conjunto pacense pela margem mínima de um golo (11-12), onde o jovem o guarda-redes pacense e o experiente guardião paredense foram figuras de destaque.

Marcava as 21h30 quando o árbitro André Martins lançou a bola a água para o começo do jogo e Ricardo Teixeira não desperdiçou a oportunidade de dar o primeiro ataque ao conjunto visitante.

A equipa da casa começou com uma defesa à zona ao pivot, mas as constantes perdas de bola e desconcentração, associadas à forte entrada da formação paredense e controlo em todo o terreno de jogo, fez com que o primeiro período terminasse com uma diferença de três golos para a equipa visitante.

Já no segundo período, o Paredes entrou bem, com boas jogadas do seu lado direito, fazendo valer os esquerdinos Xavier Sousa e José Saraiva, no entanto começou a precipitar-se e acabou por ir abaixo no jogo. O CAP recompôs-se, com boas jogadas e começou a ser mais efetivo na parte final do terreno de jogo.

Com uma exibição de grande qualidade, na defesa, o guarda-redes Gabriel Meireles, que já tinha feito um grande encontro na jornada transata, demonstrou o porquê de assumir a titularidade novamente.

Nos terceiros e quartos períodos, o conjunto comandado pelo treinador Carlos Carvalho começou a demonstrar cansaço e a turma da Capital do Móvel começou a defender pressão os seus opositores. Miguel Mariani, Ricardo Sousa e Tiago Costa bem tentavam dar vantagem ao CAP, mas o calejado guarda-redes João Silva demonstrou bem a sua qualidade, negando por diversas vezes golos quase certos aos visitados.

Os visitantes ainda chegaram a estar a perder, mas foram conseguindo aproveitar alguns erros adversários para alcançar a igualdade. A 35 segundos do fim do encontro, após um time-out, o conjunto de Paredes conseguiu o golo que “matou” o jogo.

Com a derrota de hoje, o Aquático Pacense vê o Paredes apanhá-lo na tabela classificativa, O Vitória, em igualdade pontual, pode ficar isolado no cimo da tabela classificativa amanhã, se vencer o Fluvial Portuense em Guimarães.

CAP-SSCMP:

Parciais: 1-4; 5-3; 3-2; 2-3

Resultado Final: 11-12

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários