Covid-19: Rodolfo Nunes está “bem e sem sintomas da doença”

  •  
  •  
  •  

Ao 13.º dia de isolamento em quarentena, Rodolfo Nunes, treinador principal do Clube Aquático Pacense e diretor-técnico regional da Associação de Natação do Norte de Portugal, revela, em entrevista ao Chlorus, que está “bem e sem sintomas da doença” de covid-19.

Professor de Educação Física na Escola Básica e Secundária de Idães, em Felgueiras, onde um dos seus alunos foi infetoda com coronavírus – deu aula a este aluno no dia 2 de março –, Rodolfo Nunes viu-se numa situação de obrigatoriamente ficar em quarentena.

Questionado sobre o seu estado de saúde, o técnico de natação foi perentório: “Estou bem sem qualquer sintoma da doença!”

Durante o período de quarentena, o treinador pacense diz o que faz durante o dia: “Vejo a temperatura duas vezes ao dia, faço exercício físico, trabalho no computador, contacto com amigos e atletas, demoro mais tempo a fazer as coisas pessoais (faço a barba numa hora por exemplo quando demoro 15 minutos)… E tenho pensado muito! Principalmente para questionar a profissional de saúde sobre as minhas dúvidas, que me faz o telefonema diário da equipa covid-19, para me tentar proteger a mim e aos outros! As precauções são higienizar tudo muito bem! Sempre que tenho que ir às “zonas públicas” da casa, pois estou com a minha mulher e filho no apartamento, procuro demorar o mínimo possível e sempre de máscara e roupa limpa”.

Sobre a suspensão de atividades desportivas relacionadas com a Natação, Rodolfo Nunes considera que pecou por tarde: “Posso estar a ser cético mas acho que podia ter sido feito antes! Não estamos a aproveitar a má experiência de quem já teve que lidar e lida com esta epidemia”.

Recorde-se que a Federação Portuguesa de Natação apenas decidiu esta sexta-feira suspender ou cancelar competições.

Após o fim da quarentena, o responsável técnico adianta que vai “continuar em casa”. “Agora estou preso num quarto, com a minha mulher e o meu filho, é acompanhar o desenrolar desta “guerra” o mais tranquilo possível”.

Rodolfo Nunes deixou uma mensagem final: “Protejam-se, cumpram as regras de higiene ao pormenor e só saiam de casa para o necessário e nunca em grupo!

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários