Cai recorde de Tiago Venâncio, Diogo Ribeiro com mais dois vistos para os Mundiais

  •  
  •  
  •  

Diogo Ribeiro (União de Coimbra) estabeleceu, este sábado, um novo recorde nacional júnior de 17 anos nos 100 mariposa, na segunda sessão da prova “Coimbra – Rumo a Tóquio 2021”, que está a decorrer no Complexo Olímpico de Piscinas, garantindo os mínimos para os Mundiais de Juniores.

O nadador conimbricense completou a distância em 54,04, superando o máximo de 54,77 que pertencia ao olímpico Tiago Venâncio desde 2004. Além do visto para o Campeonato do Mundo de Juniores, que se realizará em Kazan (Rússia) de 24 a 29 agosto, a marca obtida é mínimo para os Europeus da categoria (Roma, 6 a 11 de julho), feito igualmente obtido nos 100 livres com o registo de 50,37.

Na sessão da manhã, Diogo Ribeiro fixou novo recorde nacional júnior de 17 anos nos 200 livres (1.50,82), que lhe deu acesso aos Mundiais e Europeus de Juniores.

Outro mínimo para os Europeus de Juniores foi conseguido por Gustavo Ribeiro (Galitos/Bresimar) nos 400 estilos com a marca de 4.29,38. Na mesma distância, José Paulo Lopes (Sp. Braga) confirmou os mínimos para os Europeus Absolutos em Budapeste com o tempo de 4.17,99.

Também Ana Catarina Monteiro (Fluvial Vilacondense), Victoria Kaminskaya (Benfica) e Miguel Nascimento (Benfica) confirmaram os mínimos para os Europeus absolutos nos 200 mariposa (2.11,49), 200 bruços (2.26,16) e 100 livres (49,23), respetivamente. Já Mariana Cunha, do Colégio Efanor, confirmou a presença nos Europeus Juniores com o tempo de 1.00,92 nos 100 mariposa.

Miguel Cruz (Belenenses), da classe S15, fixou novo recorde nacional nos 400 estilos com o tempo de 4.58,86.

O evento “Coimbra – Rumo a Tóquio 2021” conta com a participação de 187 atletas (97 masculinos e 90 femininos) em representação de 46 clubes.

Esta competição tem como aliciante principal a possibilidade de se obterem mínimos para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio.

Resultados

Créditos da foto: LF Nunes

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários