António Vasconcelos deixa Vilacondense e abraça “projeto ambicioso” do Naval Povoense

  •  
  •  
  •  

António Vasconcelos, treinador do Clube Fluvial Vilacondense, vai orientar o Clube Naval Povoense “a partir de setembro”. A notícia foi confirmada pelo próprio ao Chlorus e representa o ponto final numa ligação de 21 anos ao emblema de Vila do Conde.

“Estou a treinar a Ana Catarina Monteiro para os Campeonatos do Mundo Universitários e a partir de setembro vou ficar vinculado ao Naval Povoense”, revela, em declarações ao nosso jornal.

O Clube Naval Povoense representa uma nova etapa na carreira de António Vasconcelos, que explica as razões da mudança: “Entendo que estão reunidas boas condições de trabalho e poderá ser um desafio diferente. Estive 21 anos no Vilacondense e recebi uma proposta de trabalho aliciante, com um grupo jovem, mas ambicioso. Acho que se pode dar avanço a um projeto iniciado há cerca de 5 anos.”

Tonas, como é conhecido no meio aquático, explica que já alcançou tudo o que “podia alcançar” no Clube Fluvial Vilacondense e que o impasse na construção da nova piscina de Vila do Conde teve peso na tomada de decisão. O treinador encara a mudança de clube como um “novo desafio” e quer “perceber até que ponto” pode levar o grupo.

Com mais de 30 anos de carreira, o desejo do técnico é contribuir com experiência e ajudar o clube a alcançar os seus objetivos: “Dar expansão ao grupo atual, reestruturar ligeiramente a secção, reorganizar e aumentar a captação e dar seguimento a um projeto que já está em andamento.”

No clube de Vila do Conde, António Vasconcelos treina a nadadora internacional Ana Catarina Monteiro. O técnico dá a entender que a atleta se vai manter no clube, ainda que seja livre de seguir o seu caminho.

“A Ana Catarina Monteiro é atleta do Vilacondense, não tem compromisso com ninguém. Fiz no Vilacondense um trabalho de grupo de 21 anos, onde vivi as melhores etapas da minha vida. No final de agosto, o grupo é livre de seguir o seu caminho e ela é atleta do clube até fim de agosto”, conclui.

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários