António Sampaio mantém-se como juiz de partida FINA, José Cruz é novidade

  •  
  •  
  •  

António Jorge Sampaio, da Associação de Natação do Minho, mantém-se no quadro de juízes de partida da Federação Internacional de Natação (FINA) para o ciclo que inicia no dia 1 de janeiro de 2017 e termina a 31 de dezembro de 2020, segundo lista divulgada pela entidade máxima mundial.

O juiz minhoto, de 49 anos, viu renovada a confiança da arbitragem mundial, depois de integrar a lista de internacionais do ciclo 2013-2016. Artur Dias, da Associação de Natação do Norte de Portugal, que se encontrava como juiz de partida, ascendeu a árbitro FINA.

A novidade para o novo ciclo que se inicia no próximo ano é o nome de José Cruz, de 54 anos, filiado na Associação de Natação do Norte de Portugal.

Ainda como árbitros FINA, no quadro do ciclo 2015-2018, encontram-se os portugueses Carlos Correia, da Associação de Natação de Lisboa, e Domingos Afonso, da Associação de Natação do Alentejo, embora este último não tenha revalidado, até ao momento, a sua inscrição.

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários