António José Silva: “MIUS tem potencial para se tornar referência europeia e mundial”

  •  
  •  
  •  

António José Silva, presidente da Federação Portuguesa de Natação, afirmou, este sábado, no final da prova de 1km em que também participou, que “o Madeira Island Ultra Swim tem todo o potencial para se tornar uma referência a nível europeu e mundial, com as condições ótimas de mar, simpatia das pessoas, hospitalidade e muito mais”, sublinhado “o trabalho louvável da Associação de Natação da Madeira, na sua pessoa o presidente Avelino Silva, como a Câmara Municipal do Funchal e o Governo regional, todos eles têm dado um apoio incansável como parceiros institucionais da FPN nas competições nacionais e internacionais que se têm realizado na Madeira”.

Ao participar na prova, o líder federativo quis dar um sinal da retoma da atividade. “A prova correu bem. Já há muito que não fazia uma prova de natação, mas treinei para estes 1000 metros. Foi um privilégio ter condições físicas para o fazer e de outro modo é uma obrigação minha dar um verdadeiro sinal da retoma da atividade. O exercício e a atividade desportiva são determinantes. Com a prática se pode influenciar os outros a fazer também”, reforçou.

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários