António José Silva: “A grande aposta deste ciclo será no alto rendimento desportivo”

  •  
  •  
  •  

António José Silva, que encabeça a única lista (A) concorrente às eleições aos órgãos sociais da Federação Portuguesa de Natação (FPN) para o quadriénio 2020-2024, considera que “a grande aposta deste ciclo será no alto rendimento desportivo”.

No comunicado publicado esta segunda-feira no site da sua candidatura, o atual líder federativo referiu que “a grande aposta deste ciclo será, a par da assunção da natação em Portugal como a atividade desportiva com os maiores valores de prática sistemática, no alto rendimento desportivo com a renovação de pessoas, procedimentos e objetivos, com vista a colocar a natação portuguesa no mais alto patamar dos resultados desportivos internacionais”, acrescentando que a natação “é a modalidade com maiores índices de densidade e competitividade a nível mundial”.

António José Silva avança para o seu terceiro mandato e mantém, como aconteceu das duas anteriores eleições, Manuel Ferreira Pinto Coelho como mandatário da sua lista.

Na Direção, o presidente António José Silva será acompanhado pelos “vices” Alexsander Esteves, Nuno Batalha, Rui Sardinha, Jorge Cruz e José Miguel Miranda. De saída está Vera Costa. Como diretores, além de José Sacadura, Vasco de Sousa e Pedro Morouço, há três caras novas: Tiago Barbosa, investigador e professor do Instituto Politécnico de Bragança recentemente distinguido pelo ranking Expertscape como melhor investigador do mundo em “Water Sports”, Nuno Guerra, responsável operacional do programa master da FPN, e Marta Martins, vice-presidente da Confederação de Treinadores de Portugal e ex-diretora técnica de natação artística. Caem ainda do anterior elenco os diretores Luís Monteiro e Jorge Torres.

Alberto Mota Borges surge como presidente da Mesa da Assembleia Geral da FPN, Paulo Silva Lima como vice-presidente, Alexandra Correia Jorge como secretária. Os dois suplentes são Paulo Jorge Romão e Jorge Lourenço do Couto.

Jorge Ramos candidata-se a presidente do Conselho de Justiça, tendo João Trindade e Diogo Graça como membros efetivos e Odete Fiúza como suplente.

Ao Conselho de Disciplina candidatam-se Miguel Beça, como presidente, Daniela de Sousa e Filipa Campos como vogais e como vogal suplente surge Cátia Azenha.

Para presidente do Conselho Fiscal, o presidente será José Gomes da Silva, os vogais efetivos serão Pedro Ferreira da Rocha e Sandra Moreira e os vogais suplentes Nuno Rodrigues da Silva e Sandra Pinto.

Ana Paula Canas candidata-se a presidente do Conselho Nacional de Arbitragem, a membro do conselho candidata-se Paulo Marques e a vogal Edgar Coelho, Andreia Miranda, Pedro Carvalho, Miguel Andrade e Silva e Paulo Ferreira. Para a função de vogal suplente candidatam-se Rui Antunes e Luís Medalhas.

A assembleia geral eleitoral realiza-se no dia 10 de outubro, na sede da Federação Portuguesa de Natação, entre as 13h00 e as 17h00.

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários