Adaptação ao meio aquático do bebé em discussão no congresso da APTN

  •  
  •  
  •  

“Adaptação ao meio aquático do bebé – intervenção sistematizada com base no desenvolvimento motor” é um dos temas que será apresentado no 40.º Congresso da Associação Portuguesa de Técnicos de Natação (APTN), que se realiza no Pavilhão Multiusos de Gondomar nos dias 29 e 30 de abril, cujo evento o Chlorus se associa como parceiro Media.

No dia 30 de abril, entre as 09h45 e as 11h15, Carlos Santos e Eduarda Veloso, coautores do livro “Educação Aquática do Bebé – O Programa”, abordam uma temática que, desde 2004, procuram desenvolver através de “sistemas de avaliação das competências aquáticas do bebé, organizando a sua adaptação em dimensões, categorias e subcategorias, as quais procuram sempre, para além de satisfazer as necessidades académicas de produção de conhecimento científico, ser um eficaz auxílio aos professores que intervêm na condução de programas aquáticos nestas idades”, lê-se na sinopse na conferência.

Integrado no programa Gondomar – Cidade Europeia do Desporto 2017, este congresso anual é considerado uma referência nacional na formação de técnicos de desporto, mobilizando centenas de participantes em várias sessões paralelas de reflexão e partilha de boas práticas de ensino e treino da natação nas suas diferentes vertentes e das atividades aquáticas nos vários âmbitos de atuação.

A inscrição no congresso (http://www.aptn-gondomar2017.com/) contempla a emissão de um certificado de formação para a revalidação de título profissional de treinador de natação (2 unidades de crédito na componente específica de formação) e técnico de exercício físico (processo em avaliação).

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários