Alexis Santos: “Falta apoio aos atletas”

  •  
  •  
  •  

Alexis Santos espera que a medalha de bronze dos 200 estilos, conquistada no Europeu de Londres, possa trazer “mais apoio e reconhecimento à modalidade”, realçando, em declarações ao Chlorus, que “esse é o maior problema da natação portuguesa”. “Falta de apoio aos atletas, patrocínios e condições de treino de alta competição faz com que estejamos sempre um passo atrás de outras nações”, acrescenta.

O nadador do Sporting, recebido efusivamente esta segunda feira no aeroporto de Lisboa, vive dias de grandes manifestações de reconhecimento pelos resultados obtidos no Campeonato da Europa. “Estes dias foram extremamente gratificantes! Todas as mensagens que recebi, o apoio e o carinho de todas as pessoas do mundo da natação, mas também de todos aqueles mais próximos de mim, familiares e amigos, pois pude sentir que isto também foi uma grande conquista para eles”, refere.

O atleta da Seleção Nacional, que se tornou o segundo medalhado português em Europeus de piscina longa – Alexandre Yokochi conquistou a prata nos 200 bruços em Sofia-1985 –, diz que subir ao pódio foi “uma sensação de grande orgulho e de grande satisfação depois de tantos anos de trabalho e sacrifício serem recompensados por um momento como este”.

Para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, as metas não mudam. “Os objetivos continuam os mesmos! Fazer uma classificação entre os 16 primeiros (meia-final). Apenas fiquei com mais motivação e clareza de que estou no caminho certo para lá chegar”, frisa.

Foto: FPN

Mais de 10 mil leitores não dispensam o Chlorus.
Fazer jornalismo de Natação tem um custo e por isso
precisamos de si para continuar a trabalhar e fazer melhor.
Torne-se nosso assinante por apenas 12€ por ano e
tenha acesso a todos os conteúdos Premium.



Comentários